segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Pelo som da sua doce voz
Meus olhos se perderam
Te olharam de tal jeito
Que fez arrepio em seu dentro.

Tive medo de altura.
Medo de cair para dentro de você
e assim com minha inconsequência
te querer...
Sem decência e com essência
os seus lábios querer ter.

Queria estar livre
Para doar tal desejo
No mais profundo sentimento.
Assim me acorrento nesse louco desejo
De querer-te apenas por um momento.

Assim sendo meu moreno
Sem qualquer tipo de lamento
Te ofereço  aconchego de ser sua
amiga ou apenas estrela guia.
Alguém que não passará de uma utopia

Por toda sua vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Toca ou não toca.