quinta-feira, 25 de março de 2010

Aldeia

E quem diz que nâo pode ?
Aqui o café é adoçado com nuvens
de algodão doce.
A água que lava meu rosto pela manhã
vem com blusch embutido.
O transporte que me leva ao trabalho
é uma imensa roda gigante,
que roda, roda
a todo instante.
A ponte que me faz chegar mais depressa
tem 7 cores,
e não é ouro que tem no pote,
e sim mel, muito mel.
Minha carga horária
é apenas de terça a quinta,
nos demais dias
todos se abraçam
com alegria.
Minha casa é verde maça
e a sua ?
Meu dinheiro tem dia que é vermelho,
outros rosa, retocado com gloss.
Meu mundo é essa aldeia.
que ainda abre as portas apenas
de noite.
Por enquanto...
SONHAR !

4 comentários:

  1. Belo lugar este! Vou me esforçar para de vez em quando o encontrar. Obrigado por lembrar!
    Um abraço Smilinguidinha (já disse que não consigo pronunciar isso?)

    ResponderExcluir
  2. Que delícia... que a gente possa sempre manter as asas abertas!

    Meubeijopravocê

    ResponderExcluir
  3. Deixa eu morar na sua aldeia tb?

    ResponderExcluir
  4. Ai ai... que vontade de chegar em casa :)

    Amo!

    ResponderExcluir

Toca ou não toca.